Mogi inicia arrancada de olho no G-4 - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           ESPORTES

Mogi inicia arrancada de olho no G-4

Esportes

GERSON LOURENÇO
Diante de um rival em que não possui um bom retrospecto, o Mogi/Helbor pega o Flamengo nesta terça-feira (14), na quinta rodada do returno da etapa de classificação da 9ª edição do Novo Basquete Brasil (NBB9). O duelo será no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais SporTV. Será o primeiro jogo de uma série de quatro que o grupo mogiano terá até o final deste mês para se manter na briga pelas quatro primeiras colocações desta etapa, que garante uma vaga direta nas quartas de final.

Em quatro temporadas do NBB, rubro-negros e mogianos duelaram em 18 oportunidades. O domínio é quase todo carioca, com 14 vitórias. Dentre elas estão duas séries semifinais – em 2013/2014, por 3 a 1, e em 2015/2016, por 3 a 2. Mogi tenta vencer fora de casa o rival pela terceira vez – as outras duas ocorreram em 2014 e 2016.

Será o duelo do vice-líder contra o terceiro colocado, o que aumenta a expectativa por um jogo equilibrado, ao contrário do primeiro turno, quando o Flamengo bateu o Mogi, em pleno Municipal, por 83 a 57.

O Flamengo tem campanha de 13 vitórias em 18 jogos, enquanto os mogianos dividem o terceiro lugar com o Bauru, com 12 resultados positivos, mas em 18 partidas. “É mais um jogo na tabela contra um time bom e precisamos fazer o nosso trabalho para ganhar esta partida. Todo dia estamos melhorando e treinando forte. Essa semana foi dura e estamos crescendo cada dia mais”, comentou o norte-americano Tyrone, que retorna após dois jogos de suspensão do STJD.

Se Tyrone volta, Guerrinha não terá o pivô Caio, que se recupera de contusão a direita. Quem também volta a jogar é Marcelinho Machado, após quase um mês fora por causa de lesão no tornozelo, além do armador Ricardo Fischer, que estava com lesão muscular na coxa e fará seu primeiro jogo em 2017.

Depois do Flamengo, o Mogi volta à quadra nesta quinta-feira para enfrentar o Macaé, também no Rio de Janeiro. Na próxima semana os rivais serão Basquete Cerarense (dia 22), em Fortaleza, e Vitória (dia 25) em Salvador. “Perdemos o Caio (Torres), mas ganhamos o Tyrone. Além, é claro, da evolução do Gerson, do Fabricio, Vithinho, Elinho, então o time vai agregando valores e a gente sabe que precisa, principalmente porque faltam 10 jogos para terminar a fase de classificação. Depois, com a volta do Caio, vamos ver se a gente chega no playoff com todo mundo”, analisou o técnico Guerrinha.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone